Seu Dinheiro

Como Economizar Dinheiro

Em tempos de crise as pessoas sempre começam a se perguntar como economizar dinheiro.

Na verdade, esta deveria ser uma preocupação constante nas nossas vidas, e não só nos momentos de dificuldades financeiras.

Veja agora como economizar dinheiro não é tão difícil quanto parece.

 

Questão de hábito

Quem cultiva o hábito de economizar, geralmente possui reservas e tem muito mais facilidade para enfrentar momentos de crise como o atual.

Com a inflação em alta e a taxa de desemprego aumentando economizar dinheiro passa a ser uma necessidade para muitas famílias.

Mas como houve um período em que o consumo foi altamente estimulado, tanto pela mídia, quanto pelo próprio governo, as pessoas acabaram esquecendo-se da importância de economizar dinheiro.

 

Antes de Começar

Antes de falar em economizar dinheiro, você precisa saber  quanto e em que você está gastando seu dinheiro.

Faça uma lista de tudo o que você gasta por mês, aluguel ou prestação do imóvel, condomínio, combustível, prestação do carro, energia, água, telefones, internet, TV por assinatura, gastos com empregada doméstica ou diarista, despesas com alimentação fora de casa, supermercado, compra de roupas, remédios, plano de saúde, educação, enfim, absolutamente tudo o que você gasta.

Uma coisa que ajuda muito para fazer esta lista são os extratos do banco e do cartão de crédito.

Procure identificar todas as despesas e classificar.

Feito isso você deverá ter uma visão bem clara de onde o seu dinheiro está indo e poderá começar a fazer o seu planejamento para economizar dinheiro.

Agora é tudo uma questão de organização.

Hora da ação

Veja o que você pode fazer imediatamente para economizar dinheiro:

  • 1 – Aluguel – para reduzir o gasto com aluguel você pode entrar em contato com a imobiliária, ou proprietário e tentar fazer uma renegociação do valor, argumentando que, se não for possível reduzir terá que procurar um imóvel com aluguel mais barato. Caso não consiga a redução faça exatamente isso, procure outro imóvel na mesma região onde você mora e faça uma proposta, os proprietários quase sempre estão mais dispostos a negociar o valor do aluguel de um imóvel fechado;
  • 2 – Casa Própria – Se for para reduzir a prestação da casa própria o único jeito é fazendo uma amortização;
  • 3 – Combustível – Considere a possibilidade de trocar seu carro por outro mais econômico. Se o seu carro já é um modelo mais econômico, considere a possibilidade de utilizá-lo de forma mais racional. Sempre que possível procure usar o transporte público;
  • 4 – Prestação do carro – Sugiro fortemente que você pense em eliminar essa despesa para sempre da sua vida. Comprar um carro novo financiado tem um custo altíssimo e o bem se desvaloriza rapidamente, portanto é um péssimo investimento. Se tiver chance de quitar o débito do seu carro antecipadamente faça isso, pois terá um grande desconto. Se não tiver como quitar, pague até o fim, e quando terminar de pagar resista bravamente à tentação de começar tudo de novo. Em vez de fazer isso, comece a investir o dinheiro da prestação e faça um fundo para trocar de carro futuramente. E quando for trocar, evite a tentação e comprar um carro novo e procure um semi-novo.  Os semi-novos tem um valor muito mais acessível, pois a maior desvalorização dos carros ocorre nos dois primeiros anos;
  • 5 – Energia – Muitas coisas podem ser feitas no dia-a-dia para economizar dinheiro poupando energia elétrica. Trocar lâmpadas por modelos mais econômicos, utilizar sensores de presença em corredores e outros locais da casa, apagar luzes em cômodos onde não tem ninguém, usar mais o fogão a gás e menos o forno elétrico e o microondas, usar chuveiro a gás e não elétrico, optar por eletrodomésticos mais econômicos, enfim, usar de forma mais racional a energia. Exista outra forma de economizar energia, mas que requer um investimento consideravelmente alto, que é a instalação de energia solar fotovoltaica;
  • 6 – Água – Recentemente, com a crise de falta d’água no estado de São Paulo, muito se falou em como economizar esse recurso precioso. O fundamental é não desperdiçar;
  • 7 – Telefones, Internet e TV por assinatura – os fornecedores destes serviços estão sempre dispostos a negociar valores, planos e pacotes, devido a grande concorrência nestes setores. Tire proveito disso, pesquisando e revisando periodicamente os valores dos seus planos. Quase sempre se consegue algum desconto pelo serviço que você já tem, sem nem precisar trocar de operadora. Mas se não conseguir o desconto e outra operadora oferecer um valor menor por um serviço igual, não hesite e troque na hora. Mas cuidado para não comprar gato por lebre. Questione todas as condições do novo plano que for contratar e somente contrate depois de ter certeza que é mais vantajoso do que o que você tem;
  • 8 – Empregada doméstica ou diarista – Com a nova lei das empregadas domésticas, ficou muito mais caro manter este serviço. Se não for absolutamente necessário ter uma empregada trabalhando todos os dias na sua casa, considere a ideia de passar a ter um diarista uma ou duas vezes por semana. Eu recomendo fortemente isso, pois pode ser feita uma grande economia neste item. Se você já não tem empregada e conta com uma diarista veja se não pode diminuir o número de dias, ou contratar outra profissional por um valor menor;
  • 9 – Despesas com alimentação fora de casa – procure por descontos na internet, gaste algum tempo pesquisando em sites que oferecem descontos e você encontrará boas ofertas; Considere a possibilidade de sair para jantar fora ou pedir tele-entrega, com menos freqüência, por exemplo diminuindo esse hábito em um dia por mês;
  • 10 – Supermercado – NUNCA entre no supermercado sem uma lista do que você realmente precisa comprar; respeite a lista;
  • 11 – Roupas – Compre somente aquilo que você tem certeza que realmente vai usar. Pesquise preços. Compre pela internet, pois é muito mais barato e você evita de ir ao shopping, onde acaba gastando muito mais com estacionamento, lanches e comprando outras coisas que você talvez nem precisasse;
  • 12- Planos de saúde e educação – São itens de primeira necessidade e dificilmente você conseguirá diminuir tais despesas, mas pelo menos você pode deduzir no imposto de renda;
  • 13 – Remédios – cuide bem de sua saúde, pratique exercícios, tenha uma alimentação saudável e suas despesas com remédios tendem a diminuir;

 

Acho que este artigo ficou muito longo, mas espero que seja útil para você que estava querendo saber como economizar dinheiro.

Se gostou, dá um like, compartilha, faça um comentário.

Se não gostou, comente também, aceitamos críticas e sugestões.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.